Slider

Morre o ex-prefeito de Coelho Neto Dr. Magno Bacelar

Morre o ex-prefeito de Coelho Neto Dr. Magno Bacelar

Faleceu, nesta terça-feira (14), o ex-senador Carlos Magno Duque Bacelar, 83 anos. Ele estava internado desde o dia 4 de setembro, em um hospital de São Luís, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

O velório será realizado na Paz União, no centro da capital, e depois o corpo será levado para a cidade de Coelho Neto, sua terra-natal, para ser sepultado.

Advogado por formação, industriário, Magno Bacelar foi deputado estadual, deputado federal, senador da República, secretário de Estado da Educação, vice-prefeito de São Luís, prefeito de Coelho Neto.

Ao lado de seu irmão, Raimundo Bacelar, Magno implantou a primeira televisão no Maranhão, a TV Difusora e ajudou a implantar diversas indústrias em sua terra natal.

 

O ADEUS A UM AMIGO

Acordei com uma notícia triste, que como bem disse o conterrâneo Milson Coutinho, se não me colheu totalmente de surpresa, mas me marca profundamente: perdemos Dr. Magno Bacelar. Tínhamos muitas fotos, mas escolhi essa pq ele gostou tanto e chegou a me dizer isso, que passou a usá-la em seu perfil do Whats.

Não posso dizer que Dr. Magno morreu, pois homens como ele não morrem. Um homem e um político completo, cuja folha de serviço prestado é maior que ele próprio. Nenhum coelhonetense conseguiu até aqui ir tão alto e tão longe como ele.

O espírito corajoso do pai Duque e o estilo bonachão da mãe Maria, talvez tenha sido a senha para que conseguisse chegar onde quis chegar. Era um conciliador por natureza, um pacificador sempre pronto para ser acionado em qualquer crise. Um orador nato, escrevia como ninguém, um gentleman de primeira hora, de uma fineza como poucos, coisa de berço, sabe!

Agradeço a Deus pela oportunidade de tê-lo conhecido, de ter recebido dele minha primeira experiência no serviço público, de ter desfrutado de sua amizade e de deixar registrado em livro um pouco da sua história.

Desde que o convidei para escrever a coluna em meu Blog, passou a dizer para as pessoas que eu tinha virado chefe dele. Que audácia a minha, oferecer uma coluna ao homem da TV e ao pioneiro das comunicações no Maranhão.

Descanse em paz Dr. Magno! O senhor se despede da vida para entrar na história. O Itapirema aguarda sua chegada para o reencontro final com Duque, Maria, Wanda, Dalva, Raimundo, Bernardo e Antonio. Poderia ser um dia de tristeza, mas prefiro que seja um dia de celebração pelos seus feitos.

Gratidão eterna! O homem é esse, nesse homem eu boto fé!

Fonte: Blog do Samuel Bastos

Deixe uma resposta